Bexiga Neurogênica

O que é:

Qualquer doença que acometa de alguma forma o funcionamento da bexiga faz com que esta funcione desordenadamente e assim surjam problemas para o sistema urinário.

Causa:

Isto acontece porque a bexiga, em condições normais de funcionamento, apresenta algumas propriedades características. São elas:

  • Propriedade de acomodação ou relaxamento

Quanto mais a bexiga enche, ou acumula a urina como um reservatório, suas paredes se distendem e assim a pressão no órgão permanece baixa. Na bexiga neurogênica, a bexiga pode perder sua elasticidade, em especial se sua parede fica muito espessa e grossa. Como consequência, a bexiga não consegue acomodar volumes urinários maiores sem haver aumento da pressão no seu interior. Caso a pressão suba muito, ela começa a afetar a filtração renal e os rins começam a ficar dilatados.

  • Propriedade de estabilidade

Ao contrário da criança que contrai sua bexiga invonlutariamente, o desenvolvimento da criança é acompanhado de uma estabilização na sua função de se contrair, obedecendo a vontade. Na bexiga neurogênica, pode-se observar contrações invonlutárias que clinicamente se manifestam com perdas de urina sem a percepção do paciente, causando um evidente desconforto social.

Por que tratar:

No passado, quase 70% dos pacientes com bexiga neurogênica morriam por complicações urológicas. Em geral, com insuficiência renal e infecções urinárias.

Hoje, conhece-se muito mais sobre a fisiologia da micção e o funcionamento complexo deste órgão. Por isso, o urologista pediátrico dispõe de muitos recursos de tratamento e medicamentos para suprir ou facilitar a função da bexiga quando ela não funciona adequadamente.

Para mais informações sobre esse tratamento,
entre em contato com o Dr Fernando Almeida